Dissertação de Mestrado – Compendium Musicæ de Descartes: possíveis fontes musicais

Fica aqui a Dissertação que desenvolvi no mestrado, sob orientação da Profa. Dr. Lia Tomás. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/151306&gt;. Resumo A primeira obra que René Descartes redigiu foi Compendium Musicæ em 1618, sendo esta sua primeira experimentação com o futuro método cartesiano. Sendo uma obra de juventude, o autor deve ter estudado sobre música em sua…

Homenagem a Debussy e Boulez

Ó Debussy, Propusestes novos caminhos Novos modos de continuidade Transcendente o desenvolvimento Num fluxo contínuo de puro tempo Mostraste a temporalidade plena Pura e infinita, apreendendo então O tempo enquanto movente Ó Boulez, Levastes a serialização ao infinito Não ficando refém desta, porém Indo além tensionando a música Em sua estrutura e linguagem Escrevestes sua…

Momento Caipira – Por que músicas caipiras são tão tristes?

Por: Tiago de Lima Castro Texto originalmente escrito para o blog: http://euterpedespedacada.blogspot.com.br/2015/02/momento-caipira-por-que-musicas.html Quem nunca se perguntou o porquê das letras caipiras serem tristes, falarem dos prolemas amorosos, das dificuldades da vida. Por que tamanha ênfase nas dificuldades intrínsecas a vida no interior? Há casos em que a canção termina em tragédia e em outras o…

Movimento Violão – Regina Albanez – 25/06/2014

A importância de prestigiar o evento O Movimento Violão, idealizado e organizado pelo Paulo Martelli tem grande importância por trazer grandes intérpretes. As apresentações ocorrem no SESC, sendo que esta edição tem entradas gratuitas. Mesmo em São Paulo, apresentações de grandes violonistas eruditos não é algo tão comum, tanto porque ainda há certo preconceito do…

Filosofia, Música e Sociologia: a presença e continuidade no currículo escolar

Vamos discutir sobre o retorno destas disciplinas ao ensino médio. Muito se tem discutido sobre isso, a contribuição que este texto busca talvez nem seja expressiva, mas o tema urge por constantes reflexões tanto para que suas práticas não se naturalizem como para que o debate exista sobre a relação destas disciplinas com o existir no mundo dos educadores e educandos. Neste texto há ecos de múltiplas leituras e discussões anteriores que necessitam ser retomadas constantemente e agradeço a estas.

Trabalhos do I Simpósio de Estética e Filosofia da Música – UFRGS – SeFiM

Entre os dias 17 e 18 de Outubro de 2013, participei desse simpósio com dois trabalhos completos. Os Anais com todos os trabalhos podem ser acessados aqui: http://www.ufrgs.br/esteticaefilosofiadamusica/anais-do-sefim Os trabalhos que apresentei foram estes dois: Walter Benjamin e a Obra de Arte: A reprodutibilidade e suas consequências para a prática e ensino musical Compêndio Musical…