Vida no Mosteiro

Vida no Mosteiro Ó inefável silêncio no qual habito Vivo a dialética entre fé e razão Mergulho nos escritos filosóficos Dos antigos gregos, romanos até Os pais da Igreja até os meus dias Passo pelos tratados profanos Até mesmo entre os heréticos Esta contradição a qual acende A razão e leva a fé traz, que…

Amor II

Amor II (29/09/2016) Ó indefinível e indefectível verbo Perpassas éros, amizade, caridade Transmutas o centro gravitacional Levando a um sair de si mesmo Seja nas mútuas manifestações Disfarça-te como um sentimento Mas não o és… És ação em verdade Coliga-te a sentimentos mas não o és Coligado a estes, leva a intensas ações São as…

Carências

Carências Ó exaspero de realizar o intento Consomes a alma em lamento Nulifica a visão até o tal vazio De possibilidade de o realizar O vazio, o nada emerge em si O ardor da produção consome Gerando a falta essencial de si Iludindo com a imagem de outro Carência daí domina o ensejo Transmutado em…

Ouvir a si mesmo

Ouvir a si mesmo O quão difícil é escutar o que o si mesmo fala Fácil é criar uma crosta nos ouvidos a ouvi-lo Ouvir a si mesmo é escutar a desconfiança Sobre seus pensamentos, seus afetos e ações É permitir que este fale o quão ignorante és É se permitir ouvir o quão superficial…

Angústia

Angústia Incômodo, vazio, carência, falta e outros mais Tens presença até nas inolvidáveis felicidades Não permites o perpétuo ser em imobilidades Obrigas a uma perpétua gestação de sentidos A uma contínua transição do si em caminhos Contigo, a ausência e incompletude levam à Auscultar e comiserar-se das penúrias alheias Buscar a completude de si através…

Cenário Idílico III

Cenário Idílico III Ó Orfeu, possa eu experienciar o afeto musical Ó Musas, facultem-me extasiar em puro delírio Mimetizar o delírio deste afeto através do lógos De Apolo à Dionísio, nos territórios de Morfeus Desencapo o instrumento enquanto ajusto suas cordas Buscando proporções entre sons, o cosmos em cordas Psique e corpo vão coadunando nos…

Beijo

O beijar e seus nuances em troca
A boca é o pórtico de uma pessoa
Por esta expressa-se a palavra
Por esta recebe-se a nutrição

Apesar de…

Apesar de… A Rubem Alves Ó Rubem Alves, ensinaste a esperança Como um profundo “apesar de” Apesar dos fatos do mundo Apesar dos fatos políticos Apesar do egoísmo Apesar do orgulho Apesar da pobreza cultivada Apesar da religião do dinheiro Apesar do ataque as diferenças Apesar do fanatismo Apesar da insensibilidade banalizada Apesar de toda…