Ó antigas Musas

Musas

Ó antigas proféticas Musas!
Que seu delírio permita escutar o lógos em plena harmonia
Que o lógos manifeste-se em palavras mesmo com a resistência do corpo
Que possa minha psykhé aproximar-se do kósmos e da sublime música das esferas
Ó Orfeu, sua lira alinhava-se com a harmonia do kósmos
Que em minha pequenez, o delírio permita sentir o lógos em mim, e este lógos expresse-se no que escrevo
A mousiké possa também tornar-se ato em minhas mãos
Ó Musas, escutem este clamor para que minha psykhé possa sentir a sublime harmonía e a transmita aos demais!

Escrita em: 10/10/2015
© 2015 Tiago De Lima Castro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s