Como foi o 2º Congresso Internacional de Educação e Espiritualidade e 5º Congresso Brasileiro de Pedagogia Espírita

Capa

Estive neste evento e resolvi escrever minhas impressões sobre ele, falando sobre cada dia do evento.

Em linhas gerais, houve palestras, debates, arte e lançamentos de livros. Como teve atividades simultâneas em alguns momentos, falarei somente do que presenciei. Peço desculpas por aqueles que apresentaram trabalhos no evento, pois acabei perdendo praticamente todas estas apresentações.

Quinta-feira (17/04/2014)

O debate dos grupos de pesquisa sobre o tema educação e espiritualidade foram muito interessantes. Esse tema ainda tem um caráter marginal, mas a existência de grupos específicos em diferentes universidades pelo país nos mostra que além do interesse, há muitas pessoas trabalhando essa questão.

A exibição do filme de um trecho do filme Quando sinto que já sei foi seguido por um frutífero debate. Quando houver o lançamento não perca a oportunidade de assistir.

A apresentação da Orquestra Solistas Capemisa, sobre regência de Laércio Sinhorelli, com o programa composto por peças de Bach, Vivaldi e Albioni foi muita boa. Seguido do lançamento de uma obra sobre Bach para crianças.

20140417_213217

Edward Brantmeier

Em seguida teve a peça Gandhi, um líder servidor de João Signorelli, a qual foi muito bem conduzida por além de falar palavras de Gandhi, a interpretação do ator levou a todos a sentir Gandhi.

Ela fora seguida pela palestra de Edward Brantmeier abordando os ensinamentos de Gandhi para uma educação multicultural para a Paz, no qual a articulação de ideias de Gandhi com o pensamento de Paulo Freire para evitar essa educação foi inspirador.

Terminando o dia com Dora Incontri articulando as ideias presentes no evento firmando a necessidade da educação propiciar uma transformação do mundo tendo na espiritualidade a possibilidade de transcendência.

Dora Incontri

Dora Incontri

Sexta-feira (18/04/2014)

20140418_082108O evento começou com um culto ecumênico unindo representantes do espiritismo, umbanda e candomblé, catolicismo e muçulmano.

20140418_090816

Luis Augusto Beraldi Colombo, Wojciech Kulesza, Dora Incontri, Thiago Borges Aguiar e Jaroslav Pánek

Em seguida, uma mesa apresentou as ideias educacionais de Comenius. Jaroslav Pánek apresentou sua biografia e obra, entregando a medália Comenius a Dora Incontri pela divulgação de Comenius em nosso país. Thiago Borges Aguiar apresentou precursores de Comenius utilizando do mote “Cristãos que não precisam de muitas leis num mundo que precisa de reformas” como eixo. Luis Augusto Beraldi Colombo apresentou uma síntese das obras de Comenius articulando com o contemporâneo. Wojciech Kulezca articulou a obra de Comenius com Paulo Freire, mostrando que Comenius já foi muito elogiado em nosso país, mas pouco estudado. Paulo Freire esteve bem presente no evento…

Houve o primeiro lançamento da obra Pampaedia de Comenius no Brasil, editando uma tradução feita em Portugal.

Jonas Bach Junior, Kátia Dias del Giorno, Priscila Grigoleto Nacarato e Dora Incontri

Jonas Bach Junior, Kátia Dias del Giorno, Priscila Grigoleto Nacarato e Dora Incontri

Na mesa “Grande educadores, grandes inspirações”, Priscila Grigoleto Nacarato apresentou o pensamento de Jean-Jacques Rousseau, Dora Incontri o de Erich Pestalozzi e Jonas Bach Junior uma articulação entre Paulo Freire e Rudolf Steiner. Fora inspirador todas estas apresentações.

Infelizmente, cheguei atrasado para ver a palestra completa da educadora Njoki Wane, mas o que escutei da maneira de falar de espiritualidade aos alunos a partir das vivências através do olhar ao outro foi incrível.

, Ferdinand Röhr, Regis de Morais e Njoki Wane

, Ferdinand Röhr, Regis de Morais e Njoki Wane

A mesa “Educação e Espiritualidade a Universidade” teve Ferdinand Röhr, apresentando suas experiências e a maneira como articula a relação da dimensão espiritual do humano com suas demais dimensões como meio de tornar possível sua discussão em meio universitário; e Regis de Morais, propondo que esse tema tornou-se possível graças a cientistas que não tiveram medo de declarar sua espiritualidade, obrigando a universidade a permiti-la em seus meandros, mesmo que discretamente.

Na mesa “O resgate da espiritualidade a educação: caminhos plurais”, contou com Sérgio Rogério Azevedo Junqueira mostrando como o livro didático tem sido utilizado para a abordagem desse tema nas escolas; André Andrade Pereira apresentou elementos do pensamento oriental; e Frei Volney José Berkenbrock apresentando o que seria a pedagogia de Francisco de Assis no encontro com o outro, no sentido de outra religião, como meio do aprendizado espiritual.

Sábado (19/04/2014)

O dia começou com danças circulares, o que foi muito bom.

Antônio Sagrado Lovato e Raul Perez, André Gravatá e Germán Doin

Antônio Sagrado Lovato e Raul Perez, André Gravatá e Germán Doin

Na mesa “Documentando experiências de educação”, Gérman Doin falou sobre seu filme “La Educación Prohibida”; Antônio Sagrado Lovato e Raul Perez falou sobre “Quando sinto que já sei” e André Gravtá sobre seu livro “Volta ao mundo em 13 escolas”. Em seguida foi feito uma dinâmica bem interessante. Vale a pena conhecer os filmes e o livro.

Em seguida, Dora Incontri e sua equipe apresentou o projeto Pampédia; Cesar Reis o Lar Fabiano de Cristo e Amélia Carlos Cazalma a obra da incrível “Sociedade Espírita Allan Kardec de Angola”. Fora comovente o entusiasmo das apresentações e grandeza das obras que estão realizando. Em nossa época, ver o que de bom e transformador é feito em nosso mundo hoje é revigorante.

Logo após o almoço, vi a fala bem realizada de Renato Andrioli fazendo um histórico sobre a tanatapedagogia e sua importância; e Rita Foelker apresentando sua obra “Famílias espiritualmente inteligentes”, que me trouxe vontade de lê-la.

María Gabriela Albuja e José María Vacacela, Dora Incontri e José Pacheco

María Gabriela Albuja e José María Vacacela, Dora Incontri e José Pacheco

Em seguida, a mesa “Experiências de educação transformadora” teve María Gabriela Albuja e José María Vacacela que além de pessoas adoráveis mostraram sua incrível obra: “Comunidade Educativa Experimental Inka-Samana”, a qual valoriza sua cultura local educando com liberdade, sendo transformadora por ser mais que uma escola, mas uma verdadeira comunidade. Em seguida, José Pacheco, conhecido pela Escola da Ponte e o Projeto Âncora, apresentou usas ideias e práticas educativas com muito bom humor e profundidade, abrindo logo para perguntas que encaminharam sua fala.

Estas pessoas que compuseram as duas mesas abordadas serão muito estudadas no futuro com certeza como grandes realizadores da história da educação, porém, tivemos a oportunidade de aprender um pouco com eles neste dia histórico. Isso nos mostra que podemos realizar hoje transformações no mundo. São esquecidos da grande mídia, mas lembrados pelas crianças e pessoas com as quais trabalham. Pessoas iluminadas no mais puro sentido da palavra.

Em seguida, deu-se continuidade com Helena Singer falando de experiências educacionais, Esméria Rovai falando sobre os Ginásios Educacionais.

Esméria Rovai, Dora Incontri e Helena Singer

Esméria Rovai, Dora Incontri e Helena Singer

Ao final, fora apresentado o Manifesto pela Educação.

Domingo (20/04/2014)

Rogério Cardoso,  Dora Incontri, Alessandro Bigheto e Samantha Lôdi

Rogério Cardoso, Dora Incontri, Alessandro Bigheto e Samantha Lôdi

Samantha Lôdi e Cleber Novelino

Samantha Lôdi e Cleber Novelino

O dia começou com Alessandro Bigheto falando de Eurípedes Barsanulfo; Samantha Lodi sobre Anália Franco; Cleber Novelino falando sobre pais, Tomás Novelino e Maria Aparecida Rebêlo Novelino; e Rogério Cardoso sobre Ney Lobo. Todos foram extremamente precisos e profundos em suas palavras, mas exalaram profundos sentimentos por estes incríveis educadores espíritas, importantes esquecidos na história da educação brasileira. Destes, Anália Franco é até reconhecida, mas pouco estudada… O bom que o Alessandro e a Samantha publicaram livros sobre Anália Franco e Eurípedes Barsanulfo, que necessitam ser lidos; Rogério Cardoso está escrevendo uma tese sobre Ney Lobo, que espero que seja publicada futuramente. Só falta alguém escrever sobre o casal Novelino…

Alysson Mascaro, Rita Foelker e Dora Incontri

Alysson Mascaro, Rita Foelker e Dora Incontri

Dora Incontri e Alssandro Bigheto

Dora Incontri e Alssandro Bigheto

Em seguida, uma homenagem ao centenário de José Herculano Pires. Dora Incontri apresentou a inestimável contribuição de Herculano ao propor o conceito de pedagogia espírita; Alessandro Bigheto abordou o pensamento de Herculano e suas relações com o socialismo; Alysson Mascaro tratou da relação de Herculano com a filosofia, abordando o fato de Herculano ser exaltado em meio espírita e pouco lido, ainda propondo que se fosse mais lido provavelmente seria ainda mais incompreendido e, quiça, sacrificado; Franklin Santana Santos mostrou sua intensa produção a partir da obra “Educação para a Morte”, ao final usando de vídeos para sensibilizar a todos sobre o tema.

Maurício Zan ollini e Luísa Módena

Maurício Zanollini e Luísa Módena

Após o almoço, perdi a fala da amiga Patrícia Pederiva, que logo resenharei um livro de sua autoria sobre música; apreciei o final da fala da Danielle Morais Feitosa sobre os desafios do professor de ensino religioso; e consegui assistir a estimulante apresentação de Luísa Módena Dutra sobre Erioch Fromm, me despertando com vontade de lê-lo…

Em seguida, Alysson Mascaro tratou do “Pensamento social espírita”. De maneira provocadora, Alysson tratou da diferença entre os espíritas, que tendem a serem conservadores, e o espiritismo que tem um pensamento progressista ao colocar em nossas mãos o papel de transformação do mundo. Tratou de como utilizamos vocabulários racistas e machistas em nosso cotidiano e lembrou que Jesus nasceu entre os desfavorecidos de seu tempo e foi com estes, principalmente, que andou e pregou…

Eduardo Valério continuou a discussão falando dos Direitos Humanos, tanto trazendo seu histórico como seu significado em nossos dias articulando com pensamento espírita. Com um enfoque um pouco diferente da fala anterior, também trouxe a necessidade de cada um de nós agirmos para a plena implantação de um mundo mais justo e tudo.

As duas falas mostram como o ser espírita implica em transformar-se, mas também buscando transformar as condições do mundo. Constantemente precisamos lembrar-nos da necessidade de ser espíritas não somente dentro das casas, mas agirmos no mundo. Em tempos em que há perigosos discursos propondo que espíritas somente cuidem da própria transformação moral…

François Gaudin e Dora Incontri

François Gaudin e Dora Incontri

A vida do anarquista espírita Maurice Lachâtre, amigo de Kardec, foi apresentado pelo pesquisador francês François Gaudin, com tradução de Dora Incontri. Mostrou documentos sobre a relação de Lachâtre com Kardec, os quais abriram um banco popular juntos… Foi muito bom ver a história desde esquecido espírita que também fez o possível para transformação da França, fazendo uma comuna antes da histórica Comuna de Paris…

Dora Incontri e Alessandro Bigheto iriam fazer uma apresentação sobre espiritismo, anarquismo e socialismo, porém, devido ao adiantar da hora e o cansaço da organizadora do evento, preferiram fazer um debate com o público, juntos com Alysson Mascaro, François Gaudin e Eduardo Valério sobre os temas abordados. Infelizmente eu perdi o debate… No dia anterior, conversei com a Dora Incontri, pois estava tão maravilhado com o que estava sendo apresentado que fiquei com muita vontade de tocar, então fiquei ensaiando para o encerramento.

No encerramento, Dora Incontri leu um poema que fez e chamou toda a equipe que trabalhou muito para realização do evento para ser merecidamente homenageada pelo público. Toquei duas músicas, mas nunca fico satisfeito com minha própria performance…

Final

Toda a equipe do evento e eu

Conclusão

O evento foi muito bom e trouxe grande material para reflexão por equilibrar teorias, experiências históricas e experiências realizadas hoje, que nos mostram a possibilidade de contribuir com o mundo que temos, mesmo com todas as dificuldades que este apresenta. Agradeço a tudo que os palestrantes trouxeram.

A organização do evento foi muito feliz em sua escolha e toda a equipe que trabalhou foi maravilhosa. Houve dificuldades, entretanto, eles enfrentaram com muita dedicação e carinho. Todos com um sorriso, muita gentileza e profunda alegria que tocou a todos que participaram. Afinal, eles envolveram com palavras, ações e uma profunda vibração espiritual que abrilhantou o evento. Meus parabéns a toda essa equipe maravilhosa que tem ajudado as ações da Dora Incontri.

Parece-me que o evento foi filmado e será lançado DVDs posteriormente e digo que vale a pena ir atrás destes quando saírem…

Informações sobre o evento

Fotos oficiais do evento: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.854129534604161.1073741835.763715430312239&type=1 (os no texto são minhas tentativas de fotógrafo…)

Site do evento: http://www.educacaoespiritualidade.com

Site da ABPE: http://pedagogiaespirita.org.br/

© 2014 Tiago de Lima Castro

Anúncios

2 comentários sobre “Como foi o 2º Congresso Internacional de Educação e Espiritualidade e 5º Congresso Brasileiro de Pedagogia Espírita

  1. Excelente síntese da riqueza do Congresso. Parabéns e grato.
    Estou criando um blog com referências públicas sobre as apresentações, filmes, livros e pessoas divulgados no evento. A criação deste blog busca continuar, depois do término, o Congresso de Educação, Espiritualidade e Transformação Social, transformando-o em um “WIKI Congresso” para contribuições e propagação continuas. >>> http://cienciatotalidade.blogspot.com.br/2014/04/ciencia-da-totalidade-descricao-e.html

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s